Chique

Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas como nos dias de hoje.

A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da

vida, infelizmente, não estão à venda. Elegância é uma delas.

Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou

closet recheado de grifes famosas e importadas. Muito mais que um belo carro Italiano.

O que faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem,

mas a forma como ela se comporta perante a vida.

Chique mesmo é quem fala baixo.

Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas,

nem por seus imensos decotes e nem precisa contar vantagens,

mesmo quando estas são verdadeiras.

Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio.

Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuações inoportunas,

nem procurar saber o que não é da sua conta.

Chique mesmo é parar na faixa de pedestre

É evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua.

Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador.

É lembrar do aniversário dos amigos.

Chique mesmo é não se exceder jamais!

Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir.

Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor.

É "desligar o radar" quando estiverem sentados à mesa do restaurante, e

prestar verdadeira atenção a sua companhia.

Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda,

correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios.

Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer,

ainda que você seja o homenageado da noite!

Mas para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo,

de se lembrar sempre de o quão breve é a vida

e de que, ao final e ao cabo, vamos todos retornar ao mesmo lugar,

na mesma forma de energia.

Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor,

não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar

e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não te faça bem.

Lembre-se: o diabo parece chique, mas o inferno não tem qualquer glamour!

Porque, no final das contas, chique mesmo é ser feliz!

Investir em conhecimento pode nos tornar sábios... mas amor e fé nos tornam humanos!

Glória Kalil

2 comentários:

Luana M. disse...

VIxe, eu sou brega pacas because eu falo ALTO, muito ALTO, cada vez mais ALTO porque não posso ficar com a voz entubada... Esse é o grande problema de quem canta... se falar baixo na maior parte do tempo, se lasca.

Não é pra chamar atenção... Mas Dona Chiquetê que escreveu isso pouco deve saber sobre técnica vocal.

E lembrar data de aniversário de todo mundo, é complicadíssimo, não acha??? Ou será que só convivo com gente MUITO BREGA? Afinal ninguém se lembra do meu aniversário e sei que isso faz parte da correria desse mundo moderno e louco. Deus é que é perfeito para se lembrar de TODAS as datas.

Beijo e feliz Ano Novo!

Fernanda Vaz disse...

Chique mesmo é ser feliz...como ela diz no fim do texto..... e tá tudo certo.
bjss